Como controlar emoções – Inteligência Emocional, parte 1.

No comments

A inteligência emocional envolve a habilidade de perceber precisamente, de avaliar e de expressar emoções; a habilidade de perceber e/ou gerar sentimentos quando eles facilitam o pensamento; a habilidade de compreender a emoção e o conhecimento emocional; e a habilidade de controlar emoções para promover o crescimento emocional e intelectual. (MAYER & SALOVEY, 1997, p. 10)

É sobre este modelo/definição de Mayer & Salovey,  que falarei na série de posts sobre o tema (foram estes autores que propuseram a primeira definição acadêmica para Inteligência Emocional, sendo base inclusive para Daniel Goleman criar seu próprio modelo. Acredito que podemos aprender com as duas abordagens).

Com essa base, quero que você reflita sobre sua habilidade, começando do primeiro aspecto a ser trabalhado – identificar e rotular emoções. 

É comum as pessoas não pensarem no que realmente estão sentindo. Simplesmente dizem: “não estou bem”; ou “estou ok”; ou “não sei o que estou sentindo”; ou “estou bem”…

Conseguir identificar qual é a emoção presente e verbalizá-la (dizer qual é), pode fazer uma enorme diferença. Vamos refletir:

Você tem um objetivo. Ao longo do caminho percebe que não está evoluindo como gostaria. Sente que não está bem. Qual é a emoção presente?

Ou

Você está em um relacionamento. Percebe que, frequentemente, age impulsivamente e depois se arrepende do que falou e da forma como agiu. Qual é a emoção presente?

Ou

Você tem uma apresentação para fazer. Tem vontade de fugir e não falar em público. Sabe que fazer uma apresentação de qualidade faria diferença em sua carreira. Qual é a emoção presente?

E por aí vai…as emoções estão em nós e são muito importantes em nossa existência. Elas podem nos ajudar ou atrapalhar. Ter consciência e autopercepção é o primeiro passo para alcançar um controle emocional produtivo. Faça isso por um tempo: identifique e rotule as emoções (diga o nome da emoção). Nos próximos posts falarei o que fazer a partir disso.

Para te ajudar, amplie seu vocabulário sobre emoções:

Alegria – Frustração – Vergonha – Medo – Simpatia – Indignação – Tristeza – Nojo – Raiva – Culpa – Compaixão – Desprezo

 

Bons textos para aprofundar o assunto:

Mayer, J. D., & Salovey, P. (1997). What is emotional intelligence? In P. Salovey & D. Sluyter (Eds.), Emotional development and emotional intelligence: Implications for educators (pp. 3-31). New York: Basic Books.

Mayer, J. D., Salovey, P., & Caruso, D. R. (2000). Models of emotional intelligence. In R. J. Sternberg (Ed.), The handbook of intelligence (pp. 396–420). New York: Cambridge University Press.

Patrícia SchuindtComo controlar emoções – Inteligência Emocional, parte 1.

Related Posts

4 passos para o gerenciamento emocional – Série “O Novo Líder (4)

Qual é o impacto das suas emoções em sua tomada de decisões, em seus relacionamentos e nos resultados e performance que você tem em seu trabalho? Continuando a série “O Novo Líder”, gerenciamento emocional é o tema de hoje.  Você já sabe que é muito importante cuidar das emoções e ter inteligência emocional, e que

Emoções importam – “converse” com elas.

Hoje participei online de um Seminário sobre Inteligência Emocional, onde tive a oportunidade de escutar o Marc Brackett, Ph.D, Diretor do Centro de Inteligência Emocional da Universidade de Yale. Compartilho algumas ideias com vocês. As nossas emoções importam (e muito). Elas afetam: – Atenção, Memória e Aprendizagem. – Tomada de decisões. – Qualidade dos Relacionamentos.

Como lidar com a “briga eterna” entre razão e emoção e viver melhor – Inteligência Emocional, parte 2.

(Créditos da imagem: Mariana Eller, profissional que admiro. Obrigada, Mari!!!) CONCEITO: Emoções afetam decisões, relacionamentos e performance. Por isso, lidar com elas de forma inteligente é fundamental para bom desempenho, relacionamentos positivos e o bem-estar. Veja se você se identifica com  alguma dessas afirmações: – Estou tão ansioso que não consigo fazer nada. – Dei uma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *